Edições 2018 Anos anteriores
Uma rica fonte de informação junto com uma conexão da Internet e já é possível mover o mundo corporativo

"Dê-me uma alavanca e um ponto de apoio e moverei o mundo." A frase é atribuída a Arquimedes, físico, matemático, astrônomo e genial inventor grego que viveu entre 287 e 212 a.C. Transpondo a sabedoria implícita na frase para os dias de hoje, poderíamos dizer "dê-me uma rica fonte de informação e uma conexão da Internet e moverei o mundo corporativo". A fonte, no caso, é a Harvard Business Review e a conexão me permite receber diariamente e-newsletters da publicação com ensinamentos preciosos. Confira alguns:

Ansiedade: por que e como ganhar controle sobre ela?
Você está preso no trânsito. Vai perder o voo e a reunião que faria no destino e viraria o jogo para seu negócio. Lá se vai a promoção, ou pior. Se esses pensamentos que levam à ansiedade pudessem ser abatidos como insetos irritantes... A boa notícia é que há uma maneira de ganhar controle sobre eles. Leve ordem ao caos, fazendo uma lista. Escreva o que você precisa fazer e planeje para que seja feito. Ataque primeiro as tarefas desagradáveis para se livrar delas. E se o problema for ter poucas coisas para fazer, busque atividades adicionais para se manter ocupado.

Não seja enganado por uma primeira impressão quando estiver contratando
Contratações desastrosas podem ocorrer quando gestores são enganados por primeiras impressões. Mas como você pode ir além do superficial durante uma breve entrevista? A chave é focar-se em comportamentos em vez de em traços. Vá além do que o candidato está dizendo e concentre-se em como ele está dizendo. Preste atenção em dicas não verbais que indicam desprezo, superioridade e desrespeito. Você pode pedir também para ele descrever o colega que gosta menos. Veja se ele reduz a pessoa a um rótulo de uma palavra ou revela uma visão mais complexa da situação.

Como trazer negociações "quentes" a temperaturas mais agradáveis
Negociações de alto risco podem se tornar ferventes. Mas há maneiras de diminuir a temperatura e destensionar a conversação. Concentre-se em sua reação física. Respire profundamente para enviar uma mensagem ao cérebro para ele ficar calmo. Escute o que sua contraparte está dizendo. Não sinta que você precisa reagir sempre a uma explosão raivosa. Se puder, deixe para lá e siga em frente. Mostre que você escutou. Parafraseie calmamente o argumento de sua contraparte. Reconheça que se trata de uma situação difícil. E procure perceber mais.

Até a próxima.

Fernando Guimarães é especialista em marketing digital e de relacionamento. Email: fernando.guimaraes@thefob.com

Nossas Mídias

Bolsa de Empregos

Clientesa.com.br - Revista Cliente S.A.
Copyright © 1998 - 2018 - Grube Editorial - Todos os direitos reservados
Powered by