Edições 2019 Anos anteriores
Com três edições já realizadas, Prêmio Empresa +Digital evidencia cada vez mais o valor da tecnologia para enfrentar as transformações, além de servir como inspiração ao mercado
A transformação digital é uma realidade da qual não se pode fugir. Não porque todo mundo está falando dela. Longe de ser uma "modinha", avançar nessas estratégias traz vantagens competitivas em relação às demais empresas, ao melhorar a produtividade dos colaboradores e permitir atender as necessidades de um novo perfil de consumidor. Por isso, é fundamental saber como a empresa está posicionada para enfrentar os desafios do digital e como os funcionários utilizam as tecnologias disponíveis para gerar negócios e inovar.

Foi de olho nisso que o +Digital Institute lançou, em 2015, o Prêmio Empresa +Digital, baseado nas métricas do DMD, o Diagnóstico de Maturidade Digital. "Hoje a tecnologia é mais do que uma ferramenta, ela faz parte da nossa cultura. No contexto da transformação digital, as organizações que não reverem suas práticas para se adequar a clientes e mercados cada vez mais conectados ficarão para trás. Pensando nesse cenário, criamos a ideia inovadora do prêmio", Francisco Gioielli, CEO da +Digital Institute.

E, logo na primeira edição, a recepção do mercado foi acima do esperado. A premiação teve 138 empresas inscritas, sendo 34 multinacionais, totalizando 293 mil funcionários. "O que mais interessou as empresas, além da possibilidade de ganhar o reconhecimento, foi receber o Sumário Executivo, que dá ideias de como as empresas podem evoluir", conta o executivo, acrescentando que o prêmio vem ao longo das edições se consolidando no mercado como o principal premiação no segmento. "Estamos em negociação para realizar, em 2019, a primeira versão internacional", adianta.

METODOLOGIA
Feita a partir de uma pesquisa junto às empresas, a premiação avaliava quatro dimensões: mobilidade, social, gestão de informação e fator exponencial. "São temas adaptados a partir de estudos sobre transformação digital de diversas instituições de pesquisa", explica Gioielli. O primeiro, mobilidade, está relacionada à facilidade com que os funcionários da empresa conseguem trabalhar de qualquer lugar de forma que a necessidade de estar fora do escritório tenha menor impacto na produtividade.

Já a dimensão Social envolve a habilidade dos funcionários de trabalharem e interagirem em diferentes plataformas para levar e trazer informações relevantes para o negócio. O terceiro tema analisa a capacidade de garantir que a informação confiável, abrangente e atualizada seja utilizada para a tomada de decisões. Por fim, o Fator Exponencial está ligado à capacidade da empresa em escalar sua operação, havendo demanda do mercado.

Em cada uma dessas dimensões são calculados dois componentes, intensidade e governança no uso de tecnologia, com notas de 0 a 100. A média entre as dimensões corresponde ao índice de maturidade digital. É com base nele que o prêmio reconhece as empresas que demonstram melhor desempenho. "Definimos que a nota de intensidade é mais importante, mas em caso de empate a nota de governança é o critério de desempate", detalha o CEO da +Digital Institute. Feito isso, o instituto agrupa as empresas por tamanho, ramo de atividade ou outro critério similar. "Sempre que há pelo menos três empresas no grupo haverá um vencedor."

Nossas Mídias

Bolsa de Empregos

Clientesa.com.br - Revista Cliente S.A.
Copyright © 1998 - 2019 - Grube Editorial - Todos os direitos reservados
Powered by